quinta-feira, 21 de agosto de 2008

A menina que queria doar o sorriso

- Eu posso doar meu sorriso? Perguntou a menina para si, quase sem esperança de que isso fosse possível.
Mas que sorriso a menina iria doar, se até o dela tinha sumido? Ela pensou... E pensou... Então veio a idéia: “Consigo sorrir se puder doar, então dôo esse sorriso!”.
Só que ela sabia que isso era impossível, a menina não conseguia nem dar um chocolate quanto mais o sorriso! E não poderia ser qualquer sorriso, tinha que ser um sorrisão daqueles que permanecem no nosso rosto em dias felizes.
É... A tarefa era difícil e a menina não sabia a solução. Não sabia nem por onde começar... Parecia mais uma daquelas questões de física que você lê, relê e não faz idéia de como solucionar, sabe nem se calcula velocidade, ou o tempo, ou a força... Pronto! A menina via-se assim, sem direção. Sentia-se impotente. Seu coração tava pequenininho...
Pensou de novo:
-Eu posso doar meu sorriso? Queria doar meu sorriso!

Um comentário:

Nathi Lima disse...

adoro teu jeito de escrever. :)